Jose Abrão
Do Mais Goiás

Airbus, Rolls-Royce e Siemens vão desenvolver um avião híbrido

Chamado E-Fan X, ideia é criar uma aeronave supereconômica e bem menos poluente

As fabricantes Airbus, Rolls-Royce e Siemens vão se unir para desenvolver um avião híbrido, ou seja, movido em parte por energia elétrica. O protótipo já tem até nome: E-Fan X.

As empresas vão substituir um motor à combustível de uma aeronave BAe 146 por um motor elétrico 2MW. A previsão é conseguir realizar o primeiro voo em 2020.

A intenção é acelerar a pesquisa e desenvolvimento de tecnologia limpa e econômica para aviões com a esperança de botar aviões híbridos em voos comerciais até meados da próxima década.

Inicialmente, a tecnologia deve chegar a médio prazo para aviões pequenos e jatinhos, podendo fazer voos curtos com bem menos combustíveis, mas os parceiros já disseram estar sonhando grande e a longo prazo.