Agressor é preso pela segunda vez em menos de uma semana em Aparecida de Goiânia

Homem tinha sido preso no último dia 11, e estava ameaçando a ex-namorada na manhã desta terça-feira (16) no Jardim Paraíso


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 16/01/2019 às 17:29:11

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Nesta quarta-feira (16), uma equipe da Polícia Militar foi acionada para conter Axel Pereira Correia Borges, 18 anos, que estava na residência de sua ex-namorada ameaçando-a. O caso aconteceu no Jardim Paraíso, Aparecida de Goiânia. É a segunda denúncia contra o rapaz em menos de uma semana. Ele já tinha sido preso em flagrante no último dia 11 de janeiro por ter agredido fisicamente a mesma mulher.

Axel usava tornozeleira eletrônica por ter descumprido uma medida protetiva contra a mulher, invadido a residência dela e a ameaçado, na semana passada. “A polícia faz seu trabalho, mas na maioria dos casos o detento coloca tornozeleira ou paga fiança, e é solto pronto para cometer mais crimes”, explica a comandante do 41º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a major Elisângela Sueli.

“Ele tirou a tornozeleira e voltou hoje na casa da ex, que segundo a ela, namorou o rapaz por poucos dias. Na primeira ocorrência ele também enfrentou os policiais. Axel possui passagem por receptação, além de invasão de domicílio e descumprimento de medida protetiva. Espero que na audiência de custódia determinem seu encarceramento”, declara Elisângela.

Luta corporal

Durante a abordagem nesta manhã, Axel teria desacatado e entrado em luta corporal com policiais. A equipe, então, efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a perna dele. Segundo a major, isso foi necessário porque o jovem era muito forte. Mesmo ferido, ele fugiu para uma mata e logo depois foi preso.

“Os policiais conseguiram prendê-lo, após nova luta corporal. Um dos agentes teve a farda suja de sangue durante a captura de Axel, devido ao ferimento. Agora ele está internado e com escolta policial”, esclareceu a Major.

Policial ficou com a farda suja de sangue (Foto: Divulgação / Polícia Militar)

O Hospital Estadual de Urgências de Aparecida de Goiânia Cairo Louzada (Huapa), informou por meio de nota, que é estável o estado de saúde de Axel Pereira. “O paciente foi atendido pela equipe multidisciplinar do Huapa, passou por avaliação ortopédica, exames de imagens e segue internado, aguardando por vaga no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), por se tratar de um paciente escoltado pelas Polícias Civil e Militar e o Huapa não conta com ala carcerária. Não há previsão de alta“.