Abuso de poder

Agente de trânsito é agredido por vereador de Valparaíso; vídeo mostra ação

Segundo a vítima, questões políticas e pessoais podem ter motivado a agressão. Agente já teria sido ameaçado pelo filho dele em abordagem anterior


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 23/04/2019 às 13:35:56

(Vídeo: Reprodução/Robson Felix)
(Vídeo: Reprodução/Robson Felix)

Um agente de trânsito foi agredido, na tarde da última segunda-feira (22), enquanto trabalhava, em Valparaíso, cidade do Entorno de Brasília. Robson Felix foi atacado pelo vereador José Alves Maria Filho (SD), mais conhecido como Zeca. Houve agressão física e verbal, além de ameaça. Vídeo gravado pela vítima registrou a ação.

Ao Mais Goiás, o agente relatou que fazia a abordagem de um veículo que estava estacionado na contramão, por volta das 16h30, e causava problemas no trânsito. Foi quando o parlamentar o surpreendeu. “O carro não possuía ligação nenhuma com o vereador, era de terceiros. Do nada, ele chegou e começou com os insultos. Disse que era chefe e proferiu diversos xingamentos. Falou, inclusive, que não podíamos autuar na cidade. O vereador veio ao meu encontro e me deu uma cabeçada, foi quando comecei a gravar a agressão”, contou.

 

Robson registrou um Termo Circunstanciado da Ocorrência (TCO) contra o vereador, no 1° DP de Valparaíso. E realizou exame de corpo de delito para comprovar a agressão. O agente acredita que o parlamentar tenha se exaltado por questões políticas e pessoais. “Sei da história que existe uma disputa política e ele quer alcançar a chefia da Agência de Trânsito do município. Diversas vezes ele falou sobre ser nosso chefe e que vai ser presidente do conselho da secretaria”, conta.

Além disso, o profissional relatou que já foi ameaçado pelo filho de Zeca, quando fazia o bloqueio de uma via no bairro Céu Azul e o jovem furou o bloqueio. “Ele não gostou de ser autuado e pediu as multas. Nós batemos boca e ele sacou uma arma e começou as ameaças. Acredito que ele [vereador] tenha cometido as agressões por motivos pessoais e também políticos”, disse.

Por meio de nota, o Governo Municipal de Valparaíso informou que a Agência Municipal de Trânsito e Transporte protocolou juntos aos órgãos competentes a solicitação de abertura de inquérito para investigação do caso. A Prefeitura afirma ainda que repudia qualquer ato de violência praticado contra servidores municipais no exercício da função.

A reportagem tentou contato com Zeca, mas as ligações não foram atendidas. Espaço está aberto para posicionamento do político.