Cidades

Advogado teria tentado chegar ao hospital antes de morrer, suspeita delegado

Oswaldo Leão, 51 anos, estava desaparecido desde sexta-feira (22). O corpo foi encontrado dentro do carro dele, no Centro de Goiânia


Kayque Juliano

Do Mais Goiás | Em: 24/03/2019 às 14:46:00


O advogado Oswaldo Leão Neto, de 51 anos, encontrado morto dentro do carro no Centro de Goiânia(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)
O advogado Oswaldo Leão Neto, de 51 anos, encontrado morto dentro do carro no Centro de Goiânia(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

O advogado Oswaldo Leão Neto, 51 anos, que estava desaparecido desde sexta-feira (22), foi encontrado morto na manhã deste domingo (24) dentro do próprio carro, no Centro de Goiânia. De acordo com o delegado plantonista do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), Francisco José Silva Costa Júnior, o corpo não apresentava sinais de violência, o que levanta a hipótese que o advogado tenha sofrido um mal súbito.

Imagens de uma câmera de monitoramento mostra o momento em que o carro do advogado é lentamente estacionado na Rua 5, no Centro da capital, às 12h26  da última sexta-feira (22). Ninguém desce do veículo. “A suspeita é que ele tenha passado mal e tentado chegar em um hospital, do tio dele, que fica na região. Mas essa informação será confirmada após os exames do IML” explica o delegado.

De acordo com Francisco José, o advogado saiu de casa após o almoço na última sexta-feira para pagar uma conta e não retornou. Os familiares divulgaram a notícia do desaparecimento dele. Na manhã deste domingo (24), um morador da região, ciente da informação do desaparecimento e das características do veículo, acionou a PM.

Os familiares também compareceram e reconheceram Oswaldo, que estava morto no banco do motorista. O local foi isolado até a conclusão dos trabalhos periciais. O corpo será encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e, posteriormente, será liberado para os familiares. O caso segue em investigação.