Explosão

Advogado fica ferido após explosão de bomba em seu escritório, em Goiânia

Mototaxista foi quem entregou pacote endereçado para Walmir Oliveira em escritório de advocacia no Setor Marista




O advogado Walmir Oliveira da Cunha, de 37 anos, perdeu quatro dedos da mão esquerda ao abrir uma encomenda em seu escritório no final da tarde desta quinta-feira (15/07) no Setor Marista em Goiânia. A polícia procura por imagens que possam identificar o mototaxista que entregou a encomenda para o advogado.

De acordo com as primeiras informações apuradas pela Polícia Militar, um mototaxista chegou ao escritório de advocacia que fica na rua 15, abaixo da T-55, por volta das 17h30. O homem bateu a campainha e falou que tinha uma encomenda para o “Doutor” Walmir.

A secretária do escritório recebeu e avisou o advogado, que foi até a recepção e pegou a caixa, que segundo relatou ela para os PMs, fazia o barulho semelhante ao de um ponteiro de relógio em funcionamento. Assim que o advogado abriu a caixa ela explodiu, destruindo parte da recepção e ferindo a mão esquerda e o peito de Walmir.
3f262a49ed63eae4f048ac4cb7bb0d7e.jpg
Socorrido por militares do Corpo de Bombeiros, Walmir, que atua na área empresarial, foi encaminhado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde segue internado em estado regular. O advogado não corre risco de morte, mas perdeu quatro dedos da mão esquerda.

Militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) ainda estão no escritório de advocacia à procura de fragmentos do explosivo. Uma equipe da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) segue neste momento para o local a fim de investigar o atentado.