Cidades

Advogado da filha de João de Deus confirma existência de processo indenizatório

Ele, porém, não confirma estupro ou valor do pedido. Assunto trazido à tona por matéria do site O Antagonista é contestado por vídeo em que mulher identificada apenas como “filha” do médium “desmente” abuso sexual


Hugo Oliveira

Do Mais Goiás | Em: 11/12/2018 às 11:42:42


Médium retorna ao presídio em Aparecida de Goiânia (Foto: César Itiberê/Fotos Públicas)
Médium retorna ao presídio em Aparecida de Goiânia (Foto: César Itiberê/Fotos Públicas)

O advogado da filha de João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, Marcos Eduardo Cordeiro Bocchini, confirmou, na manhã desta terça-feira (11), ao Mais Goiás, a existência de processo indenizatório contra o médium. Sem revelar o nome da cliente ou dar detalhes do processo que, segundo ele, está em segredo de justiça, o profissional evita confirmar a causa e o valor da iniciativa. Por outro lado, de acordo com matéria veiculada por Cláudio Dantas, no site O Antagonista, na segunda-feira (10), trata-se de uma ação de estupro em que a moça solicita uma indenização de R$ 50 milhões.

“Manifestamos somente que existe um processo indenizatório e que não podemos revelar nenhum conteúdo deste, visto que corre em segredo de justiça”, declara. O contato com o advogado foi anterior à divulgação de um vídeo publicado no Instagram do médium, também nesta manhã (11), com intuito de “desmentir a matéria” do referido site.

Na gravação, João de Deus aparece ao lado de uma mulher identificada apenas como “sua filha”, a qual afirma nunca ter sido abusada sexualmente pelo pai e que este nunca teria deixado ela, irmãos e seus filhos desamparados. “Quero declarar que esse senhorzinho que está aqui do lado nunca me abusou sexualmente. O que estão fazendo com ele é uma injustiça”, alegou enquanto acariciava a cabeça do médium.

A mulher ainda atribui a culpa da denúncia aos seus filhos e ao pai deles. “Peço desculpas, pai, tudo é por causa de dinheiro. Estou envergonhada pela atitude dos meus filhos. É o pai deles que está por trás disso, a vida toda ele foi ganancioso. Mas a verdade vai vir à tona”. João chega a esboçar alguns comentários, mas estes estão inaudíveis.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

EXCLUSIVO: FILHA DESMENTE MATERIA DO ANTAGONISTA: https://www.oantagonista.com/brasil/exclusivo-filha-acusa-joao-de-deus-de-estupro-e-cobra-50-milhoes-de-indenizacao/

Uma publicação compartilhada por João de Deus (@joaodedeus_oficial) em

Após as declarações, o Mais Goiás tentou novo contato com o advogado Marcos Eduardo Cordeiro Bocchini para saber se a mulher do vídeo é, realmente, a mesma que teria iniciado o processo contra João de Deus. Porém, os contatos telefônicos não foram mais completados. Via WhatsApp, Bocchini afirma estar trabalhando em uma nota de esclarecimento sobre o mencionado vídeo.

O Mais Goiás também tentou, sem sucesso, contato com o advogado de João, Alberto Toron, bem como com a assessoria de imprensa do médium.

Processos

Atualmente, há três processos envolvendo João de Deus no Tribunal de Justiça do Estado de Goiás. Uma das ações é movida pelo Município de Anápolis por meio da Vara da Fazenda Pública Municipal. Outra, de Nulidade e Anulação de Partilha e Adjudicação de Herança, foi iniciado pelo próprio João contra duas pessoas: Marlene Veloso Vieira e Edson Veloso Vieira. Um terceiro processo, iniciado no último 10/8, encontra-se em segredo de justiça e não é possível acessá-lo (imagem).

Denúncias de abuso

No último domingo (9), 10 mulheres acusaram João de Deus de tê-las abusado sexualmente, em rede nacional, durante o programa Conversa com Bial. Até o momento, o Ministério Público estadual (MP-GO) registrou 40 denúncias de mulheres que se apresentam como vítimas de abusos sexuais supostamente praticados por João.