Emboscada?

Advogado criminalista é baleado ao tentar receber honorários em Anápolis

Diego Sidney foi atingido no pescoço, braço, abdômen e nádegas; ele foi levado com vida para o Huana; caso será investigado pela Polícia Civil


Thaynara Cunha
Do Mais Goiás | Em: 16/05/2019 às 12:25:15

Advogado foi alvejado por três homens. Ninguém foi preso (Foto: reprodução/Redes Sociais)
Advogado foi alvejado por três homens. Ninguém foi preso (Foto: reprodução/Redes Sociais)

O advogado criminalista Diego Sidney Azara Pereira foi baleado ao tentar receber R$ 7 mil de honorários. O caso ocorreu na noite desta quarta-feira (15), no Conjunto Habitacional Filostro Machado Carneiro, em Anápolis, a 59 quilômetros de Goiânia. O profissional, segundo a Polícia Militar (PM), foi atingido no pescoço, braço, abdômen e nádegas. Apesar dos ferimentos, o homem conseguiu ligar e pedir socorro para a polícia. A vítima foi encaminhada ainda consciente para o Hospital de Urgências de Anápolis (Huana). O veículo da vítima, um VW Gol, foi recolhido pela corporação.

Aos policiais, Diego revelou que havia ido para o local para se encontrar com o tio de seu cliente, que encontra-se detido, para receber os honorários da causa. Ao chegar no endereço combinado, foi abordado por três homens, que atiraram contra ele e fugiram em seguida.

Segundo a Polícia Civil, o caso será distribuído para a delegacia regional responsável pela região do Conjunto Habitacional Filostro Machado Carneiro ainda nesta quinta-feira (16). Até o momento, a situação é considerada uma tentativa de homicídio. Como o inquérito ainda não foi iniciado, não há informações que associem o referido familiar do cliente ao crime.

Em nota, a OAB Goiás informou que a instituição tomou conhecimento do ocorrido, acompanha o caso e aguarda a conclusão da investigação pelas autoridades responsáveis para tomar as providências que lhe cabem. O Mais Goiás contatou o Huana, que não pôde informar o estado de saúde do paciente em razão da proibição por parte da família da vítima.

*Thaynara da Cunha é integrante do programa de estágio do convênio entre Ciee e Mais Goiás, sob orientação de Thaís Lobo