HISTÓRIA DE FILME

Adulta se passa por criança e tenta matar pais adotivos, no Canadá

"Criança" de 6 anos era, na verdade, uma adulta sociopata de 22. Suspeita começou quando a mãe descobriu que ela menstruava e tinha pelos pubianos


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 26/09/2019 às 14:43:35

A menina de 6 anos era uma adulta de 22. Mãe adotiva descobriu que ela menstruava e tinha pelos pubianos (Foto: Reprodução)
A menina de 6 anos era uma adulta de 22. Mãe adotiva descobriu que ela menstruava e tinha pelos pubianos (Foto: Reprodução)

No Canadá, um caso curioso veio à tona recentemente porque um casal foi processado por negligência por ter abandonado a filha adotiva. Porém, a menina, que fingia ter 6 anos, na verdade, era uma mulher adulta que tentou matá-los. É isso que afirmam os pais adotivos,  Kristine Barnett e Michael Barnett, sobre a “filha”, Natalia Grace. O caso é de 2013, mas só veio à tona agora, quando o casal foi processado.

A suspeita começou depois da adoção, quando Kristine descobriu que Natalia menstruava, tinha dentes adultos e pelos pubianos. “Ela fazia desenhos e escrevia que queria matar a família. Eu a vi colocando água sanitária no meu café. À noite, ficava parada na frente das pessoas. Não conseguia dormir. Tivemos de esconder todos os objetos pontiagudos. Ela pulava de carros em movimento e manchava os espelhos de casa com sangue”, contou Kristine ao tabloide britânico Daily Mail.

Adulta se passa por criança e tenta matar pais adotivos, no Canadá

Casal foi acusado de abandonar a filha no Canadá. Mas filha era uma adulta sociopata (Foto: Reprodução)

Comprovação

Após exames em busca de algum distúrbio clínico, foi constatado que Natalia tinha estrutura óssea de adolescente e que sofria uma doença psicológica diagnosticada apenas em adultos. Em 2012, ela foi internada em uma unidade psiquiátrica depois de tentar empurrar a mãe em uma cerca elétrica.

Ao ser internada, a “criança” admitiu ter, na verdade, 22 anos. A família solicitou que a data de nascimento dela fosse alterada para que pudesse receber tratamento apropriado para a idade real. Kristine e Michael afirmam que estavam dispostos a cuidar de Natalia como uma adulta, mas que ela desapareceu em 2013.

O casal foi procurado pela polícia e processado. Os Barnett pagaram uma fiança de aproximadamente US$ 5 mil e, atualmente, respondem ao processo.

Natalia foi adotada por um novo casal que se comoveu com a versão dela da história. Eles acreditavam que ela realmente se tratava de uma criança. Segundo Kristine, no último contato com a “ex-filha adotiva”, Natalia disse que “estava cozinhando macarrão para sua nova família”.

*Com informações do Site MSN e do Daily Mail