Cidades

Adolescente é apreendido após fazer família refém em Goiânia; comparsa foi morto

Vítimas foram abordadas depois de combinarem venda de veículo pela internet. Terceiro suspeito de participar do assalto conseguiu fugir e ainda não foi encontrado


Jessica Santos

Do Mais Goiás | Em: 18/02/2019 às 11:08:09


(Foto: Divulgação/PM)
(Foto: Divulgação/PM)

Um homem, identificado como Adriano Gomes Leal, morreu e um adolescente de 17 anos foi apreendido, na madrugada desta segunda-feira (18), em Goiânia. Eles são suspeitos de assaltar e manter uma família, com cinco adultos e uma criança, refém, por aproximadamente 3h, no setor Cândida de Morais, região Noroeste da cidade, na tarde de domingo (17). Um terceiro suspeito, que seria irmão do jovem apreendido, conseguiu fugir e ainda não foi encontrado.

Segundo informações da Polícia Civil, o roubo aconteceu depois que um dos integrantes da família anunciou a venda de um carro em um aplicativo de compra e venda na internet. Um homem teria entrado em contato para combinar de olhar o veículo pessoalmente na casa da vítima. Após algum tempo, dois suspeitos armados estiveram na residência e anunciaram o assalto. No local, eles amarraram os adultos, prenderam a criança em um dos quartos e levaram diversos objetos, como dinheiro e joias, além de dois veículos, um Peugeot 207 e uma VW Saveiro.

Depois de receber denúncia do assalto, equipes da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) realizaram patrulhamento na Vila Mutirão, onde localizaram a Saveiro. Durante entrevista com as vítimas que forneceram informações dos autores, os agentes chegaram aos indivíduos que residem na Vila Brasília, em Aparecida de Goiânia. Após abordagem, o adolescente M. C. B. confessou o crime. O jovem que tem várias passagens por porte de arma, receptação e furto foi apreendido e encaminhado à Central de Flagrantes. O irmão dele, que também participou do assalto não estava na residência e não foi encontrado.

De acordo com informações da Rotam, o adolescente ainda informou aos policiais a localização do terceiro suspeito, Adriano Gomes, residente no setor Barravento, em Goiânia, onde os militares foram recebidos a tiros. O confronto terminou com a morte do suspeito, que não teve a identidade revelada. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. No local, policiais encontraram um Peugeot 207 roubado.