Jessica Santos
Do Mais Goiás

Adolescente denuncia estupro em clínica veterinária durante primeiro dia de estágio

Suspeito, um veterinário, é proprietário do consultório pet. Ele deve se apresentar à Polícia ainda nesta semana

Uma adolescente denunciou à PC que foi vítima de estupro em uma clínica veterinária, em Goiânia, durante o primeiro dia de estágio. (Foto: Divulgação/PC)

Uma adolescente, de 17 anos, denunciou à Polícia Civil (PC) que foi vítima de estupro em uma clínica veterinária, no Setor Parque Amazônia, em Goiânia. O crime, conforme relatou à corporação, ocorreu na noite do último domingo (16) durante o primeiro dia de estágio da garota no local. Suspeito é veterinário e proprietário do estabelecimento. Ele deve se apresentar para as autoridades policiais ainda nesta semana.

A titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), delegada Ana Elisa Gomes, afirma que a vítima é estudante do 3º ano do Ensino Médio e de um curso técnico de auxiliar de veterinária e, por isso, iniciou estágio na clínica. À Polícia, a menina contou que nas primeiras horas no local já ficou constrangida, pois, segundo ela, o suspeito foi invasivo, conversava tocando e dava beijo no rosto dela entre uma conversa e outra.

“Ela estranhou o comportamento do veterinário logo no início do estágio e afirma que o homem fez perguntas de muita intimidade. Perguntou se ela fazia uso de alguma medicação, questionamentos bem impróprios. Diante do constrangimento, ela chegou a mandar uma mensagem para a mãe relatando o que estava ocorrendo”, disse.

A adolescente contou à PC que o estágio era em regime de plantão e o expediente do estágio foi iniciado à noite, já que o local funciona 24h. “A vítima afirma que, devido ao horário, ela e o suspeito ficaram sozinhos na clínica. Ele mora próximo ao estabelecimento e saía várias vezes, deixando a menina sozinha e aparecendo de repente”, afirmou.

Em dado momento, por volta das 23h, a garota diz que foi surpreendida pelo homem, que a levou para um alojamento, onde não há câmeras de segurança. Lá, segundo revelou à delegada, o homem a estuprou e fugiu na sequência. Logo depois, ela pediu ajuda ao namorado e familiares por meio de mensagem. Uma equipe da Polícia Militar (PM) chegou a ser acionada, mas o suspeito não foi encontrado.

Vai se apresentar

Segundo expõe Ana Elisa, a defesa do suspeito já entrou em contato com a delegacia e afirmou que ele vai se apresentar. A investigadora espera que o homem se apresente até a próxima sexta-feira (21).

A vítima foi encaminhada para o Instituto Médico Legal (IML) e foi submetida a exame de corpo de delito. A delegada aguarda o resultado. Parentes da adolescente devem ser ouvidos na DPCA ainda na tarde desta terça-feira (18) para dar continuidade às investigações.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe do Portal www.EMAISGOIAS.com.br pelo WhatsApp (62) 98272-3896 ou entre em contato pelo (62) 3259-6500