Do Mais Goiás

Adolescente ateia fogo em casa após mãe não deixá-lo jogar no telefone, em Goianésia

Menino tentou pegar arma dos policiais militares

Um adolescente, de 13 anos, colocou fogo em casa após a mãe não deixá-lo jogar no celular. O menino precisou ser contido pela Polícia Militar (PM) e até tentou pegar a arma de um dos policias. O caso aconteceu em Goianésia, no último domingo (4).- Em Goianésia, adolescente ateia fogo em casa após mãe não deixá-lo jogar
Em Goianésia, adolescente ateia fogo em casa após mãe não deixá-lo jogar (Foto: Reprodução/TV Anhanguera/G1)

Um adolescente de 13 anos colocou fogo em casa após a mãe não deixá-lo jogar no celular. O menino precisou ser contido pela Polícia Militar (PM) e até tentou pegar a arma de um dos policiais. O caso aconteceu em Goianésia, no último domingo (4).

Questionada pela polícia, a mãe do adolescente disse que ela não deixou que ele usasse o celular para jogar um jogo de tiros. Por isso, o adolescente pegou álcool e o fósforo e ateou fogo na sala, que ficou destruída. Ela disse que essa não é a primeira vez que o menino demonstrou comportamento agressivo.

Quando os policiais chegaram, ele teria dado chutes e socos na equipe, que precisou algemá-lo por segurança. O Corpo de Bombeiros Militar (CBM) foi acionado, e o adolescente foi levado para delegacia junto ao Conselho Tutelar de Goianésia.

No local, foi registrado um boletim de ocorrência circunstanciado. Em seguida, ele foi liberado. Já o prejuízo estimado pelo incêndio não foi cauculado, mas a mãe do menor disse ter sido grande.