Imprudência

Acidente causado por filho de ex-perfeito de Rubiataba deixa uma pessoa morta

Testemunhas afirmam que condutor do carro estava bêbado e com braço engessado. Polícia Civil diz que nada foi confirmado ainda, mas será investigado


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 03/01/2019 às 17:54:36

A vítima não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução/Whatsapp)
A vítima não resistiu aos ferimentos (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Na última terça-feira (01), por volta das 19h45min, um acidente envolvendo dois carros e uma motocicleta deixou uma pessoa ferida e uma vítima fatal na Avenida Aroeira, em Rubiataba, cidade a 197 quilômetros de Goiânia. O acidente teria sido provocado pelo filho do ex-prefeito do município, Jakes de Paula.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Dr. Ricardo Pereira Álvares, o ocorrido foi resultado de uma manobra imprudente do condutor, que dirigia uma Ford Ranger.

“Observando as filmagens de câmeras da região, o sinal estava aberto e a motocicleta estava parada ao lado do veículo. Quando o sinal abriu, o motorista da caminhonete tentou uma ultrapassagem e virou para o lado, atingindo a moto”, declarou o delegado.

O acidente aconteceu no cruzamento da Avenida Aroeira com a Avenida Jatobá. A moto, uma Honda Bis, foi arrastada por cerca de 10 metros e só parou após o carro bater em outro que estava parado. Na motocicleta estava João Batista de Andrade e o filho dele, João Otávio de Andrade.

Momentos após o acidente (Foto: Reprodução/Whatsapp)

As vítimas foram atendidas por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) e conduzidas para o Hospital Municipal de Rubiataba. João Batista não resistiu e faleceu em decorrência dos ferimentos. A vítima completaria 52 anos de idade no próximo dia 7 de janeiro. O filho, João Otávio, teve ferimentos leves.

Testemunhas afirmam que o motorista da caminhonete estava visivelmente alcoolizado e com um dos braços engessados. “Não foi possível ver nas filmagens se ele estava com um dos braços engessados, mas isso será apurado. E ainda não há certeza se ele estava alcoolizado, isso será comprovado com exames”, esclareceu o delegado.

Ricardo Pereira afirma que o motorista permaneceu no local do acidente, mas havia outras duas pessoas na caminhonete, que fugiram. “Foi instaurado o inquérito e o suspeito será investigado por homicídio culposo. Ouvirei as testemunhas e quem mais estava no carro no momento do ocorrido”, expôs.

A moto foi arrastada por cerca de 10 metros (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Outro acidente

Em outubro de 2012, o mesmo rapaz, filho do ex-prefeito de Rubiataba, à época com 19 anos, se envolveu em outro acidente automobilístico com vítima fatal. A informação foi confirmada pelo delegado. “Ele conduzia um veículo e, ao arrancar com o carro, a pessoa que estava na carroceria caiu, bateu a cabeça e faleceu”, concluiu Ricardo.