Solidariedade

Ação de motoristas do Uber aumenta doação no Hemocentro em 26%

Durante a semana passada a categoria conseguiu a coleta de 350 bolsas de sangue e plaquetas par a aunidade




A ação solidária de motoristas dos serviços de transporte particular de passageiros via plataforma digital, como o Uber, trouxe resultados para o Hemocentro de Goiás. Os profissionais realizaram uma campanha de doação de sangue e plaquetas  de segunda a sexta-feira da semana passada, gerando a coleta de 350 bolsas, representando um crescimento de 26% em relação à semana anterior.

O diretor administrativo da unidade, Arione de Paula, apoia este tipo de iniciativa. “O Hemocentro está aberto aos setores da sociedade para a realização de campanha de doação voluntária de sangue”, diz. A intenção é chamar a atenção da sociedade sobre a causa e mobilizar não só motoristas, mas familiares, passageiros e amigos.

“Sei que com minha atitude posso salvar vidas. Existem pessoas que estão no leito de dor a espera do meu sangue, porque sem ele, podem até mesmo não sobreviver. É um ato legítimo de amor ao próximo”, diz Adriano Barbosa Lopes, 29 anos, motorista de Uber. Ele, e mais um grupo de cerca de 20 doadores, estiveram no Hemocentro e até posaram para foto mostrando os braços, em alusão ao ato de doar sangue.

Quem pode doar

Podem doar sangue pessoas com peso mínimo de 50 quilos, que tenham entre 18 e 69 anos. Também podem ser aceitos doadores de sangue com 16 e 17 anos, havendo o consentimento formal do responsável legal. O candidato não deve estar cansado, não deve ter ingerido bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação e não deve estar em jejum. O doador deve levar um documento oficial com foto.

O Hemogo está localizado na Avenida Anhanguera, nº 5.195, Setor Coimbra, em Goiânia. O atendimento é das 7h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira.

Tópicos