Do Mais Goiás

Ação de aliados não vai fazer Iris desistir de se aposentar, avisa assessoria

Apoiadores do prefeito de Goiânia pretendem fazer buzinaço “FicaIris” na próxima quinta-feira

Prefeito Iris e candidatos ao paço informam local e horário de votação
Prefeito Iris e candidatos ao paço informam local e horário de votação

A assessoria do prefeito de GoiâniaIris Rezende (MDB), disse, nesta terça-feira, por meio de nota, que o “buzinaço” organizado com o objetivo de demovê-lo da ideia de se aposentar não surtirá efeito porque “a decisão já está apresentada”. O buzinaço, organizado por aliados de Iris, está marcado para a próxima quinta-feira, às 16h. A concentração dos carros acontecerá no Serra Dourada.

“O prefeito tem recebido todas as manifestações como uma forma de carinho, mas a decisão dele foi apresentada”, afirma a assessoria. Nas redes sociais, aliados de Iris lançaram a hashtag “FicaIris”.

Iris anunciou, no último dia 25, que estava se aposentando e que não disputaria a reeleição. “Encerro minha carreira política construída há mais de seis décadas.”

Mesmo à época do anúncio, o prefeito já recebia pedidos para rever a decisão. “Ficamos sensibilizados pelas manifestações de apoio para almejarmos um quinto mandato nas eleições desse ano. Manifestações espontâneas, de muito carinho. Contudo, aqui estou para, de maneira oficial, afirmar que não serei candidato no pleito que se aproxima.”

Possibilidades

Pouco depois do anúncio de aposentadoria, o presidente do MDB de Goiânia Carlos Júnior disse ao Mais Goiás que ainda acreditava na possibilidade de Iris rever a decisão. “O partido não vai discutir nomes enquanto não tiver a certeza de que Iris realmente não disputará. Vamos lutar para ‘Gol no Fantástico’”, brincou, à época, sobre a possibilidade convencer Iris a deixar a aposentadoria pela terceira vez. “Já falou que se aposentaria em 2014 e 2016 e disputou às eleições. Vamos fazer sair pela terceira vez.”

De acordo com ele, Iris mudou o local do anúncio – do Paço Municipal para o Alphaville Park Hotel –, pois se fizesse o pronunciamento em um prédio público, estaria definitivamente impedido de ser candidato. “Além disso, ele não tem ido em nenhuma inauguração, nem mutirão. Para o partido, ainda pode haver uma reviravolta e ele ser candidato”, diz. “A partir do momento que ele for e não puder realmente ser, vamos pensar em um nome.”

O Mais Goiás tentou novo contato com o presidente da sigla novamente, mas não teve retorno. A concentração do buzinaço será em frente ao Serra Dourada e seguirá para o paço municipal.

Poder em Jogo

O Mais Goiás debateu os possíveis reflexos da saída de Iris da disputa do pleito em live no Instagram, na última segunda-feira (31). Confira: