ISOLAMENTO RELAXADO

Academias de Inhumas poderão ser reabertas com licença especial

Para voltarem a funcionar, é preciso que os estabelecimentos atendam requisitos de segurança como distanciamento, medição de temperatura e higienização dos aparelhos


Jessica Santos
Do Mais Goiás | Em: 07/05/2020 às 11:06:57

MP-GO recorre de decisão judicial que permite abertura de academias em Goiás (Foto: arquivo/Agência Brasil)
MP-GO recorre de decisão judicial que permite abertura de academias em Goiás (Foto: arquivo/Agência Brasil)

As academias de musculação poderão ser reabertas em Inhumas. Para que isso ocorra, porém, os estabelecimentos devem ter uma licença especial após passar por análise da Vigilância Sanitária do município. Medida foi anunciada na quarta-feira (6), em comunicado oficial da Prefeitura nas redes sociais.

Segundo justificou a gestão municipal, a retomada das atividades é necessária por conta da importância da prática de exercícios físicos, assim como da situação econômica da cidade. Atualmente, cidade possui três registros de covid-19 e seis casos suspeitos da doença.

As academias deverão protocolar requerimento solicitando a reabertura. O pedido será avaliado pela Vigilância Sanitária do município, que vai elaborar um relatório técnico individual de cada estabelecimento. Para voltarem a funcionar, é preciso que as academias atendam requisitos de segurança.

De acordo com informações repassadas pelo gabinete da Prefeitura, as exigências ainda estão em fase de elaboração e devem ser finalizadas e disponibilizadas na próxima quarta-feira (13). Alguns dos critérios exigidos serão a medição de temperatura na entrada das academias, distanciamento entre um aluno e outro, bem como higienização constante dos aparelhos.

O comunicado ainda salienta que, devido à situação epidemiológica atual e o risco de contaminação das academias, os locais só poderão ser reabertos após o relatório da Vigilância e licença especial concedida pela Prefeitura. Haverá fiscalização e os estabelecimentos que não cumprirem as exigências serão fechados.