Da Redação
Do Mais Goiás

Abastecimento de água é retomado em bairros de Aparecida de Goiânia

Saneago atribui transtornos à Enel, que responde: motivo foram as fortes chuvas com ventos e descargas atmosféricas registradas

O abastecimento de água em bairros de Aparecida de Goiânia foi retomado na madrugada desta quinta-feira (26). Moradores de 31 setores da cidade ficaram sem água ao longo do dia 25 de dezembro. Em nota, a Saneago atribui os transtornos à Enel.
O abastecimento de água em bairros de Aparecida de Goiânia foi retomado na madrugada desta quinta-feira (26). Moradores de 31 setores da cidade ficaram sem água ao longo do dia 25 de dezembro. Em nota, a Saneago atribui os transtornos à Enel.

O abastecimento de água em bairros de Aparecida de Goiânia foi retomado na madrugada desta quinta-feira (26). Moradores de 31 setores da cidade ficaram sem água ao longo do dia 25 de dezembro.

Em nota, a Saneago atribui os transtornos à Enel. Segundo a companhia, o problema ocorreu devido a falhas no fornecimento de energia elétrica, durante o final de semana e feriado. “Em Aparecida de Goiânia, chegamos a ficar quase 24 horas sem energia. A manutenção da Enel não foi imediata e a demora no restabelecimento do serviço provocou o desabastecimento e gerou transtornos para toda a população”, afirma a estatal.

A Enel responde: “as fortes chuvas com ventos e descargas atmosféricas registradas nos últimos dias em várias regiões do Estado destruíram trechos inteiros da rede elétrica”. Em nota, a empresa ainda explica que isso tem dificultado o trabalho das equipes de campo.

“Em alguns pontos, alagamentos também tem impedido o acesso dos técnicos para o restabelecimento da energia. A empresa reforçou o número de equipes de emergência nas regiões mais afetadas pelas chuvas e tem adotado medidas adicionais como o aumento de bases operacionais no interior do Estado e a utilização de helicópteros em áreas mais isoladas”, diz o texto.

A Saneago, por sua vez, diz que criou um Centro de Ocorrências Prioritárias para garantir o menor tempo de atendimento possível a serviços públicos essenciais como o abastecimento de água. A empresa acrescenta que os técnicos da companhia têm trabalhado ininterruptamente para garantir o fornecimento de energia a todos os clientes.

Segundo a companhia, quando a energia voltou, a pressão da água fez com que uma adutora rompesse. A Saneago afirma, ainda, que os danos causaram prejuízos econômicos e à imagem dela.

Além disso, o baixo nível dos reservatórios acentuaram o problema de desabastecimento da cidade metropolitana. Sendo assim, a Saneago alerta que mesmo com o restabelecimento da distribuição de água, pode haver intermitências ao longo do dia, nos bairros do Sistema Independência Mansões.

Nesse contexto, a Companhia orienta o consumo moderado das reservas domiciliares, até a estabilização do sistema. Já nas áreas atendidas pelo Sistema Lages, o abastecimento já está normalizado.

Confira a lista que bairros que ficaram sem água:

Bairro Independência

Chácara Santa Luzia

Cidade Livre

Colina Azul

Comendador Walmor

Conde dos Arcos

Independência Mansões

Jardim Cristalino

Jardim dos Girassóis

Jardim Esplanada

Jardim Florença

Jardim Ipiranga

Jardim Monte Cristo

Jardim Riviera

Marista Sul

Nova Cidade

Parque Atalaia

Parque das Nações

Parque Hayala

Parque Itatiaia

Residencial Village Garavello I e II

Rio Vermelho

Setor Andrade Reis

Setor dos Estados

Setor Fabrício

Setor Serra Dourada I, II e III

Solar Central Park

Virgínia Park

Veja a nota da Enel na íntegra:

A Enel Distribuição Goiás esclarece que as fortes chuvas com ventos e descargas atmosféricas registradas nos últimos dias em várias regiões do Estado destruíram trechos inteiros da rede elétrica, o que tem dificultado o trabalho das equipes de campo. Em alguns pontos, alagamentos também tem impedido o acesso dos técnicos para o restabelecimento da energia. A empresa reforçou o número de equipes de emergência nas regiões mais afetadas pelas chuvas e tem adotado medidas adicionais como o aumento de bases operacionais no interior do Estado e a utilização de helicópteros em áreas mais isoladas.

A companhia criou um Centro de Ocorrências Prioritárias para garantir o menor tempo de atendimento possível a serviços públicos essenciais como o abastecimento de água. A empresa acrescenta que os técnicos da companhia têm trabalhado ininterruptamente para garantir o fornecimento de energia a todos os clientes.

Veja a nota da Saneago na íntegra:

O problema no abastecimento de água ocorreu devido a falhas no fornecimento de energia elétrica, durante o final de semana e feriado. Em Aparecida de Goiânia, chegamos a ficar quase 24 horas sem energia. A manutenção da Enel não foi imediata e a demora no restabelecimento do serviço provocou o desabastecimento de água e gerou transtornos para toda a população, além dos prejuízos econômicos e à imagem da Saneago.
No caso de Aparecida de Goiânia, os reservatórios estão com nível de água baixo, podendo ocorrer intermitências ao longo do dia, nos bairros do Sistema Independência Mansões. Nas outras áreas, atendidas pelo Sistema Lages, o abastecimento já está normalizado. A Companhia orienta o consumo moderado das reservas domiciliares, até a estabilização do sistema.