Fórmula 1

Abalada, Ferrari publica foto de Bianchi com Schumacher

Boletim médico divulgado na última terça-feira pela Marussia, confirma que francês sofreu lesão grave no cérebro




O grave acidente sofrido por Jules Bianchi no GP do Japão, no último domingo, no circuito de Suzuka, foi mais um duro golpe para a Ferrari. Depois de Michael Schumacher, maior campeão da história da escuderia italiana, sofrer grave acidente de esqui e ficar seis meses em coma, a equipe agora vê o jovem francês de 25 anos, considerado um dos principais nomes do seu programa de desenvolvimento de pilotos, em estado crítico no hospital onde está internado na cidade de Yokkaichi.

Boletim médico divulgado na última terça-feira pela Marussia, atual equipe de Bianchi e cujos motores de seus carros são fornecidos pela Ferrari, confirmou que o francês sofreu uma lesão grave no cérebro, chamada de axonal difusa. Esse tipo de trauma afeta os neurônios e faz com que os mesmos percam as suas funções.

Nesta quarta-feira, ao lamentar a atual situação vivida por Bianchi, a Ferrari publicou, em sua página no Twitter, uma foto de Bianchi cumprimentando Schumacher em uma imagem de quando o alemão fazia parte da equipe Mercedes e o francês atuava como piloto do programa de formação da Ferrari. Na legenda da foto, destacou: “A equipe está em Sochi (palco do GP da Rússia, marcado para este domingo), mas o coração segue em Suzuka. Esperanças para Michael também”.

Ao falar de Schumacher, a Ferrari fez menção ao fato de que o alemão segue em grave situação de saúde, embora já tenha deixado o hospital no qual foi internado pela última vez. Sete vezes campeão mundial pela equipe italiana, ele se acidentou enquanto esquiava nos Alpes franceses, no dia 29 de dezembro do ano passado. Assim como Bianchi, o ex-piloto teve o cérebro afetado pela forte pancada que levou na cabeça ao se chocar com uma rocha.

Bianchi, por sua vez, sofreu o grave acidente ao perder o controle de sua Marussia na escorregadia pista do circuito de Suzuka, atingida por forte chuva, e bater em alta velocidade em um guindaste que removia a Sauber de Adrian Sutil na área de escape da pista na 43ª volta da corrida. O alemão acabara de sofrer um acidente antes de o francês se chocar contra o veículo de apoio.