cerol na mão

‘A Vida por um Fio’: campanha visa combater o uso de cerol e linha chilena em Aparecida

Comerciante que vender linha cortante será encaminhado à Polícia e terá de pagar multa no valor de R$ 3 mil a cada infração cometida


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 04/07/2019 às 16:55:03

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Com a chegada do período de férias escolares, foi lançada em Aparecida de Goiânia a 4ª edição da campanha ‘A Vida por um Fio’, que tem como finalidade combater o uso do cerol e linha chilena em pipas. A campanha é organizada pela Secretaria de Defesa Social de Aparecida, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM).

O comerciante que vender linha cortante, cerol ou vidro moído terá o produto apreendido e será encaminhado à delegacia. Também será aplicada multa no valor de R$ 3 mil a cada infração cometida.

Roberto Cândido, secretário de Defesa Social, afirma que a ação serve para prevenir riscos à população. “A GCM já tem atuado no dia a dia para orientar sobre os perigos do uso de cerol ou linha chilena. Nesta época os trabalhos são ampliados com a campanha para evitar acidentes e até mesmo mortes”, afirmou.

Segundo o comandante da GCM, Weber Júnior, em 2018 foram apreendidas 980 pipas, 1.100 carretéis de linhas chilenas e/ou com cerol e outros materiais cortantes como pedaços de lâminas de barbear. “Naquele período, foram registrados três acidentes envolvendo motociclistas. Nosso intuito neste ano é não ter nenhum incidente”, disse.