Goianésia

“A parceria leva ao êxito de todos”, diz Marconi durante entrega de 494 moradias

Ao entregar casas construídas em parceria entre os governos federal e estadual em Goianésia, governador diz que união administrativa é imprescindível para o desenvolvimento humano




O governador Marconi Perillo disse nesta sexta-feira (5/8), durante a entrega de 494 unidades habitacionais em Goianésia, na Região do Vale do São Patrício, que a cooperação entre as diferentes esferas do poder público é o caminho para a execução de programas sociais e habitacionais de destaque para o País. “Só pela união de forças, pela parceria, é que conseguimos desenvolver programas de êxito e acessíveis a todos, como este aqui”, afirmou.

As 494 casas do Residencial dos Ipês foram construídas com recursos estaduais do programa Cheque Mais Moradia, no valor de R$ 9,8 milhões. A Caixa Econômica Federal (CEF) operacionalizou o financiamento do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR). O investimento no empreendimento é de cerca de R$ 38 milhões. A prefeitura da cidade, por sua vez, viabilizou os terrenos e deu andamento aos trâmites legais exigidos, em parceria com a Agehab.

“O Estado entrou com cerca de R$ 9,8 milhões, fazendo que a prestação caísse muito. Essas famílias vão pagar entre R$ 25,00 e R$ 80,00 de prestação durante 10 anos. Sem essa contribuição, a prestação seria de R$ 300,00 ou R$ 400,00. A CEF e o Ministério das Cidades entraram com o restante do recurso e com juros mais baratos. Mas a prefeitura de Goianésia viabilizou os terrenos e foi atrás de tudo. É assim que deve funcionar. Todos trabalhando juntos para que Goianésia, Goiás e o Brasil avancem. Viabilizamos aqui praticamente uma cidade para 2,5 mil pessoas que vão morar nessas casas”, frisou.

“Goiás é hoje nosso maior parceiro”, diz vice-presidente da Caixa, Paulo Galli

Presente no evento, o vice-presidente da CEF, Paulo Galli, destacou que o programa Cheque Mais Moradia e as casas entregues hoje no Residencial dos Ipês, em Goianésia, são exemplos para o Brasil. “Goiás é hoje nosso maior parceiro público. É um Estado que cresce economicamente e que se preocupa com o social e com sua política de habitação. É, por isso, referência para o País”, disse. “O Estado, assim como a Caixa, está a serviço dos que mais precisam. Estamos prontos para todos sermos parceiros de Goiás em todos os projetos nessa área de habitação”, disse.

O presidente da Agehab, Luiz Stival, afirmou que o governador Marconi Perillo tem feito uma revolução na habitação de interesse social e que o Residencial dos Ipês é uma das metas alcançadas do Goiás Mais Competitivo (programa que busca inserir o Estados entre os mais competitivo s do País). “A Agehab vem batendo todas as metas de construção e entrega de casas do programa Goiás Mais Competitivo. Moradia digna é condição essencial para melhoria da qualidade de vida e desenvolvimento econômico e social de nosso Estado”, frisou.

Marconi lembrou, durante discurso em que foi aplaudido por três vezes, da qualidade da casas e da infraestrutura do residencial. “Pela parceria, construimos um residencial maior do que muitas cidades de Goiás. Com asfalto, água tratada, energia solar, quadra poliesportiva, escola. As casas são maiores que a média das casas de conjunto e de qualidade. Agradeço à prefeitura, a Agehab, ao Ministério das Cidades, Caixa por fazerem um trabalho tão bem feito”, afirmou.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) e ex-prefeito de Goianésia, Hélio de Sousa, afirmou que as casas são importantes para a estabilidade social da cidade e do Estado. “São casas de qualidade ímpar”, salientou. O ex-prefeito Otavio Lage ressaltou, porém, que o desenvolvimento destas parcerias só foi possível pelo engajamento de Marconi.

“O Estado que mais gera emprego no Brasil é também o que tem as melhores instalações de moradia popular e que tem um gestor público de referência. Isso nos orgulha muito”, comentou. Além da entrega das casas, houve a liberação de mais uma etapa de Cheque Construção do convênio de parceria direta do Governo de Goiás com a Prefeitura de Goianésia para construção de mais 500 moradias, no Residencial Jardim do Cerrado. Um total de 119 famílias deste grupo assinaram Cheques Mais Moradia que serão utilizados para construção das casas. Ao final o conjunto receberá um investimento de R$ 10 milhões do programa estadual de habitação. 

Novos moradores elogiam qualidade das casas

Os novos moradores das casas ressaltaram a qualidade em infraestrutura e acabamento das 494 residências entregues hoje e os benefícios que o acesso ao benefício trarão em suas vidas já de imediato. A empregada doméstica Sônia Mendes da Silva, de 43 anos, visitou, na manhã de hoje, a casa que será sua antes mesmo da entrega. Separada e mãe de dois filhos, ela destacou que o benefício público vai mudar a vida de sua família por completo.

“Vamos ter nossa casa. Vai sobrar mais dinheiro para investir nos estudos dos meninos. Eles vão ter chance de virar doutor agora. Só tenho a agradecer ao governador Marconi Perillo por isso”, ressaltou. 

A também empregada doméstica Célia Helena de Jesus, de 35 anos, destacou a qualidade da infraestrutura e acabamento das casas. “As casas já estão muradas, com portão, calçada, água e esgoto e toda pintada. É um luxo”, disse. Segundo ela, a mudança em sua vida será radical. “Pago R$ 350 de aluguel numa casa pequena. Agora vou pagar menos, numa casa de  dois quartos, sala, cozinha e bem equipada”, avaliou.

Benefícios

No total, o município de Goianésia garantiu desde 2011 mais de R$ 51 milhões de investimentos na área de habitação, sendo que quase metade, R$ 23,5 milhões, diretamente do Governo de Goiás por meio Cheque Mais Moradia. Além das 494 moradias do Residencial Ipês e das 500 a serem construídas no Jardim do Cerrado, o município tem em andamento a construção de 101 casas no Setor Sul.

A cidade está recebendo ainda mais de 1 mil Cheques Mais Moradia na modalidade Reforma, metade deles já entregues, e a ampliação do Centro Social, cujas obras estão recebendo recursos da modalidade Comunitário. Na região do Centro Goiano, onde está localizada Goianésia, já são mais de R$ 170 milhões garantidos para a área habitacional em 31 municípios.

Cerca de R$ 77 milhões desse montante são do programa estadual de habitação, combinados em contrapartida com outros R$ 87 milhões liberados pela União. Entre os benefícios há entrega de novas unidades habitacionais, reforma de moradias já existentes, mas em condições precárias, e ainda construção e reforma de equipamentos comunitários.

Tópicos