Violência

15 mortes em 24 horas – Fim de semana sangrento na Região Metropolitana

Em Goiânia, a Delegacia de Investigação de Homicídios registrou, de sexta para sábado, pelo menos 10 assassinatos


Thiago Burigato
Do Mais Goiás | Em: 08/04/2017 às 12:12:01

(Foto: Leitor/Via WhatsApp)
(Foto: Leitor/Via WhatsApp)

Em Goiânia, a Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH) registrou, de sexta para sábado, pelo menos 10 assassinatos. Uma mulher que acompanhava um policial no setor Recanto das Minas Gerais morreu depois de serem vítimas de um assalto. Ela chegou a ser socorrida, mas a morte foi confirmada na tarde de ontem pelo Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). Leiliane Pereira, 23, estava na companhia de um soldado do Giro, que também foi atingido com dois tiros. Um dos bandidos, identificado como Vagno Reis Cardoso, com mandado de prisão em aberto, também morreu.

Depois desse caso, na manhã de ontem, uma série de assassinatos aconteceu na região metropolitana. Na Avenida Goiás Norte também, dois assassinatos, em locais diferentes – cerca de um quilômetro de distância –, no início da manhã deste sábado; em um dos casos, um homem foi morto no setor Norte Ferroviário. Outro homem foi vítima de disparo de arma de fogo na ponte que liga os setores Criméia Oeste e Urias Magalhães: ambos estavam em situação de rua, conforme Polícia Civil. Um homem de 39 anos também morreu no Jardim Nova Esperança. No Residencial Senador Paranhos, um homem de 27 anos foi morto na porta de casa.

Na Vila Pedroso, um jovem de 17 anos foi morto, às 22 horas. Na mesma rua, cerca de duas horas depois, mesmo com policiais próximos, um duplo assassinato foi registrado. Dois homens estavam em uma casa e foram chamados na porta por ocupantes de uma motocicleta, que atiraram contra as vítimas, executando os dois e fugindo em seguida. Cápsulas de munição foram colhidas nos dois locais e podem esclarecer a autoria.

Um outro homem também foi morto no setor Recanto das Minas Gerais. A vítima não portava nenhum documento de identificação e o corpo ainda não foi reclamado no Instituto Médico Legal (IML). Outra morte foi registrada às margens da GO-010, mas a morte ainda será apurada; não foi ainda descartada a hipótese se homicídio.

Em Aparecida de Goiânia, dois casos estão sendo investigados. Ambos assassinatos foram na sexta, no Jardim Dom Bosco. Segundo informações repassadas pelo Grupo de Investigações em Homicídios, preliminarmente não existem ligações; na primeira situação, uma jovem de 15 anos foi morta com um tiro e em outra ocorrência, um homem de 31 anos foi executado com disparos na cabeça. Ele estava na casa de um vizinho.

Em Goianira, mais dois homicídios foram registrados na madrugada de hoje. A delegacia local não passa mais detalhes das ocorrências. O IML de Goiânia, acionado para remover os corpos, informou que ambos foram mortos por tiros, em setores diferentes e a necropsia acontece nessa manhã de sábado. Todos os casos citados nessa apuração estão sendo investigados pela Polícia Civil.