KKKKK

10 filmes de comédia imperdíveis para fãs do gênero

Dois Caras Legais, Smiley Face, A Noite do Jogo e muito mais! Confira a lista completa, que conta com longas de humor para todos os gostos


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 23/09/2020 às 20:30:01

'O Grande Lebowski', 'Terror nos Bastidores' e 'O Que Fazemos Nas Sombras' (Foto: Reprodução)
'O Grande Lebowski', 'Terror nos Bastidores' e 'O Que Fazemos Nas Sombras' (Foto: Reprodução)

Como dizem por aí, rir é o melhor remédio. Seja para relaxar após um dia estressante ou para assistir com os amigos, filmes de comédia são sempre uma ótima pedida. Quem nunca se pegou rindo com As Branquelas, O Auto da Compadecida ou Se Beber, Não Case?! Sendo assim, o Mais Goiás preparou essa lista com dez ótimos longas para você se divertir. Prepare o riso!

Missão Madrinha de Casamento (2011)

Mesmo passando por vários problemas, Annie aceita o convite para ser madrinha do casamento da melhor amiga, Lillian. Mas quando Annie conhece a bela e rica Helen, outra madrinha do casamento, as duas passam a disputar a proximidade da noiva e o posto de organizadora do casamento. O filme é protagonizado pelas ex-integrantes do Saturday Night Live, Kristen Wiig e Maya Rudolph.

Toda a história da protagonista daria um filme de drama, mas não se engane: Missão Madrinha de Casamento é uma das comédias que mais destacou-se nos últimos anos. O longa concorreu a dois Oscars (Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro Original) e ganhou na categoria Filme do Ano no American Film Institute.

A comédia possui cenas inesquecíveis, como a viagem que as personagens fazem de avião e toda a sequência na loja de vestidos após elas almoçarem em uma churrascaria brasileira. Todo o elenco da produção, predominantemente feminino, está impecável e garante boas risadas – e uns puxões de orelha nas pessoas que nunca agem na vida.

O que Fazemos nas Sombras (2014)

Protegidos por crucifixos, um grupo de cineastas registra a intimidade de quatro vampiros que moram juntos no subúrbio. Enquanto eles lidam com os conflitos naturais da convivência, como quem lava os pratos ou tentar não estragar os móveis com o sangue das vítimas, eles tentam se manter atualizados sobre a vida moderna. Dirigido por Taika Waititi, vencedor do Oscar com Jojo Rabbit.

Diferente da maioria dos filmes de comédia, O que Fazemos nas Sombras é um falso-documentário. O formato permite ao público uma nova maneira de consumir humor, ao mesmo tempo em que assiste um filme elogiado pela crítica. No Rotten Tomatoes o longa tem 96% de aprovação, número alto levando em conta o gênero.

O que Fazemos nas Sombras ainda rendeu uma série televisiva, enquanto boatos de uma continuação corre na internet há anos. Peculiar, de humor singular e um enredo que foge dos clichês, o filme vai agradar até os fãs de terror com várias referências a personagens clássicos.

Dois Caras Legais (2016)

Nos anos 70, a filha de uma funcionária do Departamento de Justiça dos EUA é sequestrada. Sua mãe contrata o detetive Healy para investigar o caso. Ao lado do desajeitado oficial March, eles descobrem uma conspiração ligada à morte de uma estrela de filmes pornográficos.

Ryan Gosling e Russell Crowe estão ótimos juntos. Dois Caras Legais mistura comédia, ação e investigação policial e reserva sequências engraçadíssimas.

O Times elogiou a película, dizendo que “a produção desfruta de todos os prazeres politicamente incorretos dos anos 70 com muitas risadas”. Já o crítico Damond Fudge escreveu que o longa “é um clássico dos filmes policiais dos anos 1970 com a diversão e a química dos filmes dos anos 1980, pontuados pela violência dos anos 1990“.

A Noite do Jogo (2018)

Max e Annie participam de um grupo de casais que organizam noites de jogos. Certa noite o irmão de Max, Brooks, decide organizar uma festa com o tema mistério. No entanto, Brooks é sequestrado de verdade, mas o grupo acredita que é tudo parte da brincadeira. Agora, os seis amigos precisam resolver o caso para vencer o jogo, cujo rumo vai se tornando inesperado.

A comédia foi bem sucedida, tanto pela crítica como comercialmente, arrecadando 117 milhões de dólares em todo o mundo. Jason Bateman e Rachel McAdams estão ótimos como um casal, que se formou graças a paixão por jogos, de videogames à jogos de tabuleiro.

Durante todo o filme, momentos de ação se aliam a plot twists divertidos até chegar em um final inesperado. Além de fazer referências a vários jogos, a comédia faz piadas com produções de ação, como em uma cena em que uma mesa de vidro não se quebra quando um personagem cai em cima, o que estamos acostumados a assistir. Diversão garantida!

A Escolha Perfeita (2012)

Obrigada a ir para a faculdade contra a vontade, Beca não se interessa em participar de atividades extracurriculares, até surgir a oportunidade de ingressar no grupo musical Barden Bella e competir no Campeonato Regional de Música. Com Anna Kendrick, Rebel Wilson e Adam DeVine no elenco.

Quando foi lançado no cinema, tornou-se um hit entre os filmes de comédia e arrecadou mais de 115 milhões de dólares no mundo todo. A Escolha Perfeita ainda teve duas continuações: o segundo é a comédia musical com maior bilheteria de todos os tempos, com 287 milhões de dólares arrecadados, batendo o recorde de Escola de Rock.

Há anos corre na internet boatos sobre a possibilidade de uma quarta parte, ainda não confirmada oficialmente.

Todo Mundo Quase Morto (2004)

Shaun trabalha como vendedor e divide uma casa com Ed e Pete. Ele costuma ir sempre ao pub local, mas Liz, sua namorada, está cansada de lá. Para resolver a questão Shaun aceita marcar um encontro com Liz em outro restaurante, mas se esquece de fazer a reserva. Irritada, ela termina com ele. Shaun, arrasado, se embebeda no pub junto de Ed, sem notarem que as pessoas estão se tornando zumbis.

Sem toda a ação de Zumbilândia, a canastrice de Orgulho e Preconceito e Zumbis e não tão trash quanto Como Sobreviver a um Ataque Zumbi, Todo Mundo Quase Morto une humor, paródia social e um pouco de terror (algumas mortes são violentas considerando que é um longa de comédia).

Além de ter ganho seis prêmios entre 2004 e 2005, o filme foi também nomeado a outros 16 prêmios, incluindo quatro diferentes nomeações no British Academy of Film and Television Arts. Foi dirigido por Edgar Wright, que posteriormente dirigiu sucessos como Scott Pilgrim, Homem-Formiga e Baby Driver.Em Ritmo de Fuga.

Smiley Face (2007)

Após comer os bolinhos de maconha do colega de quarto, uma atriz desempregada vive uma série de contratempos em um dia atarefado na cidade de Los Angeles. O que ela não esperava é que seu relaxamento logo se torna uma alucinação pesada da qual ela não consegue se livrar.

Daqueles filmes de comédia para juntar a galera e assistir. Anna Faris, conhecida pelo papel principal na franquia Todo Mundo em Pânico, está impecável na pele da jovem que passa toda a história “chapada”.

Indicado também para quem gosta de longas de humor -doidões- como Segurando as Pontas, Cheech & Chong’s, Dois Doidões em Haward e Mac & Devin Go to High School (filme com Snoop Dogg e Wiz Khalifa).

Terror nos Bastidores (2015)

A jovem Max está de luto pela perda da mãe que, quando jovem, foi atriz de filmes de terror. Um dia, após ir ao cinema com os amigos, Max se vê, misteriosamente, dentro de uma das produções que a mãe protagonizou nos anos 1980. Agora, todos precisam lutar contra um assassino mascarado e Max tem que conseguir uma maneira de voltar a vida real.

Filmes de comédia com toques de terror não são uma novidade. Temos como exemplo A Múmia (1999), Casamento Sangrento, A Babá e até o já citado Todo Mundo em Pânico. Contudo, Terror nos Bastidores mantém um bom equilíbrio entre os dois gêneros, fazendo o público se assustar na mesma medida em que dá risadas. Rola até uma cena dramática aqui e ali.

Brincando com clichês e fazendo referências a obras clássicas do horror como Sexta-feira 13, esse slasher metalinguístico de humor é criativo e despretensioso. Ah, e a música Bette Davis Eyes não vai sair da sua cabeça por dias.

O Grande Lebowski (1998)

Jeff Lebowski é um desocupado que gasta o tempo ouvindo rock dos anos 60, fumando maconha, bebendo whiski e jogando boliche com os amigos. Mas sua vida vai mudar: confundido com um milionário da Califórnia, ele se vê envolvido com bandidos da pesada, advogados atrapalhados, detetives, sequestradores, e como se não bastasse, com a polícia.

Dirigido pelos irmãos Coen, responsáveis por obras premiadas como Onde os Fracos Não Tem Vez e Bravura Indômita, o longa adotou um status cult e hoje é considerado um dos melhores filmes de comédia em diversas listas de sites especializados.

Destaca-se por seus personagens totalmente fora dos padrões, sequências de fantasia, diálogos pouco convencionais, uma trilha sonora eclética e claro, pela sandália usada por Jeff . Nos 20 anos da comédia, o G1 analisou como a produção foi de fracasso de bilheteria a fenômeno cultural.

Domésticas (2001)

Cinco amigas, cinco domésticas brasileiras. Raimunda quer encontrar o homem ideal; Cida já é casada, mas quer um marido melhor; a bela Roxane quer deixar de ser doméstica para virar modelo; Quitéria não consegue ficar num emprego por muito tempo; e Créo está preocupada com o desaparecimento da filha adolescente.

Todo brasileiro adora filme de comédia, e nada melhor que uma produção das terras tupiniquins não é mesmo?! Bons exemplos não faltam: Saneamento Básico, O Auto da Compadecida, Os Normais, Minha Mãe é Uma Peça, Se Eu Fosse Você, De Pernas pro Ar etc. Menos popular, Domésticas foi o primeiro longa dirigido por Fernando Meirelles, consagrado posteriormente por Cidade de Deus.

O destaque do filme está no elenco, com interpretações inesquecíveis, principalmente de Olívia Araújo como Quitéria e Graziella Moretto como Roxane. Estão presentes temas como violência e desemprego, além de toda questão do relacionamento patrão-empregados. Mas Domésticas, antes de tudo, é uma comédia capaz de fazer qualquer um gargalhar.

Leia também: 15 filmes de romance inesquecíveis

 

20 filmes de terror que todo fã do gênero precisa assistir